Capa pets
Voltar

Cuidados especiais com cães idosos

4
nov 2016
Cuidados especiais com cães idosos

A idade chega para todos e seu amigão de quatro patas, muito provavelmente, irá enfrentar o envelhecimento ao seu lado. Graças aos avanços da medicina veterinária, a expectativa de vida dos cães aumentou bastante nos últimos anos. Enquanto há uma década cachorros com seis anos de idade eram considerados idosos, hoje, é muito comum que os cães cheguem aos dez anos de forma bastante tranquila, graças às vacinas, tratamentos e alimentação de excelente qualidade.

Porém, embora os cães idosos tenham uma significativa expectativa de vida, hoje, isso não significa que eles não precisam de cuidados especiais. Na idade avançada, é muito comum que os cachorros apresentem problemas ortopédicos, insuficiência renal, cardiopatias e até disfunções cognitivas. Hoje, já existem veterinários especializados em geriatria, que podem ajudar seu amigão a viver melhor mesmo quando velhinho.

Se você tem um velho amigo como companheiro, separamos alguns cuidados especiais para ter com seu cão idoso. Vamos a eles?

Visitar o veterinário com maior frequência

Enquanto cães mais jovens devem passar por visitas anuais ao veterinário, seu velho amigo deve visitá-lo, pelo menos, a cada seis meses. O próprio veterinário pode alertá-lo quanto à necessidade de consultas mais frequentes para o seu cãozinho.

A idade dos cães é bastante diferente da humana. Dependendo do porte do animal, ele pode chegar à terceira idade mais cedo. Cães com até 10 quilos, por exemplo, são considerados idosos com 7 ou 8 anos. Já os acima de 26 quilos, muitas vezes, com 5 anos podem ser considerados com idade avançada.

Durante as consultas, o veterinário irá realizar exames de rotina para avaliar coração, rins, boca e olhos. Também irá conferir como andam alguns hormônios. Cães idosos possuem menor resistência a infecções e podem desenvolver doenças crônicas com mais facilidade como diabetes e catarata.

Além disso, mesmo na idade avançada, os cães devem continuar com suas vacinas habituais, garantindo maior proteção a sua saúde.

Passeios mais tranquilos e frescos

Assim como os humanos, os cães, quando vão atingindo uma idade mais avançada, acabam se tornando menos ativos e perdem o interesse pelo o que ocorre ao seu redor. No entanto, é importante buscar estimular seu cão para que fiquem ativos, sem, contudo, desrespeitar suas limitações.

Os passeios podem, e devem ser feitos! Porém, as caminhadas precisam ser mais leves, sempre respeitando o ritmo do animal. Antes de sair, verifique como está a temperatura do dia e prefira sempre os horários mais frescos.

Alimentação especial

As necessidades nutricionais dos cães idosos são bem diferentes. Por isso, já existem no mercado as chamadas rações seniores, que são mais ricas em ômega 3, zinco, proteínas e fibras e pobres em gordura, também.

O controle do peso é essencial nessa fase da vida. Como os cães ficam menos ativos, existe uma tendência em ganhar mais peso, e isso pode proporcionar o aparecimento de problemas ortopédicos.

Proporcione mais conforto

Como seu cão, provavelmente, passará mais tempo descansando, procure dar a ele um local confortável e gostoso para desfrutar sua velhice.  Evite deixar a caminha em um local que bata muito sol, seja úmido ou tenha vento. Mantenha-a em um local de fácil acesso, já que, com a idade, a mobilidade do seu amigão, provavelmente, ficará reduzida.

Na hora do banho, adote alguns cuidados para não machucá-lo, já que as articulações e os movimentos são mais limitados.

old-dogCarinho e cuidados são essenciais para lidar com cães idosos! Não deixe de dar atenção ao seu amigão nesse momento da sua trajetória.

Gostou dessas dicas sobre os cuidados que devemos ter com cães idosos? O que você considera essencial nessa fase da vida do seu amigão? Deixe seus comentários e compartilhe sua experiência conosco!

Veja também:

Bebê a caminho? Cachorros e gravidez
Bebê a caminho? Cachorros e gravidez
Geriatria pet: cuidados com animais idosos
Geriatria pet: cuidados com animais idosos
Cinomose e Parvovirose matam
Cinomose e Parvovirose matam
Como lidar com a ansiedade da separação
Como lidar com a ansiedade da separação
Dicas para uma adoção responsável
Dicas para uma adoção responsável

Labovet no youtube

Curta nossa página no facebook

Siga-nos no Instagram