Capa pets
Voltar

Dicas para uma adoção responsável

10
maio 2017
Dicas para uma adoção responsável

Ter um animal de estimação em casa é sinônimo de bem-estar e alegria. A presença deles oferece inúmeros benefícios para a vida e saúde de seus donos. Os pets têm o poder de aliviar a solidão e o estresse podendo, inclusive, ajudar o ser humano a viver mais. Entretanto, é uma via de mão dupla, junto com toda as vantagens virão gastos, preocupações e muito trabalho. A aquisição de um animal requer responsabilidade e um amplo planejamento. Atenção veterinária, disponibilidade de tempo, paciência, companheirismo e cuidados ao longo de toda a vida irão provocar mudanças significativas na rotina de seus donos.

Bichos de estimação não precisam ser frutos de uma compra. Existem milhões de animais disponíveis para adoção. A adoção de animais abandonados ajuda a combater o comércio ilegal, diminui a exploração econômica de cães e gatos e é uma forma de valorizar a vida. Essa escolha deve vir regada de amor, respeito e responsabilidade. A adoção de um animal mudará a vida dele para sempre e muitos fatores devem ser analisados. Por isso, separamos algumas dicas importantes para te ajudar a escolher um novo amigo:

  • Animais são vidas com sentimentos e precisam de constantes cuidados. Esteja disposto a dedicar boa parte do seu tempo a eles.
  • A castração é uma importante medida para evitar animais de rua. Adote um animal já castrado, ou comprometa-se a castrá-lo na idade adequada.
  • Pets geram gastos, avalie sua situação financeira para ração, vacinas e eventuais problemas de saúde.
  • O temperamento do animal, assim como seu porte, deve ser avaliado para uma boa adaptação na casa. Apartamentos não são ideais para animais grandes ou com muita energia.
  • Todos os moradores da casa devem estar de acordo com a adoção. Isso evitará conflitos futuros ou até mesmo o abandono do animal.
  • Animais crescem, ficam doentes e idosos. É importante que você esteja ciente para acompanha-lo em todos os momentos.
  • Cães e gatos podem viver por mais de 15 anos, é sua responsabilidade cuidar deles durante todo esse tempo.
  • NUNCA abandone um animal. Animais se apegam aos donos e podem entrar em profunda depressão ao serem rejeitados. Tenha em mente que seu pet será um membro da família. Atualmente o número de animais abandonados no Brasil chega a 20 milhões. Não contribua para essa triste realidade.

Gostou das dicas? Compartilhe para que mais pessoas se conscientizem sobre a responsabilidade de ser mãe ou pai desses pequenos.

Veja também:

Geriatria pet: cuidados com animais idosos
Geriatria pet: cuidados com animais idosos
Cinomose e Parvovirose matam
Cinomose e Parvovirose matam
Como lidar com a ansiedade da separação
Como lidar com a ansiedade da separação
Dicas para uma adoção responsável
Dicas para uma adoção responsável
Otite Canina – Tratamento e prevenção
Otite Canina – Tratamento e prevenção

Labovet no youtube

Curta nossa página no facebook

Siga-nos no Instagram