fbpx

Blog Grandes Animais

Voltar

CUIDADOS COM O PASTO – 4 DICAS

2021-02-02 11:11:32
Labovet
23
maio2019
4cuidadoscompasto-blog

Entenda como os cuidados com o pasto podem melhorar a saúde do seu rebanho!

 

Boas práticas de manejo são essenciais para garantir as condições de saúde dos bovinos e, consequentemente, a boa qualidade da carne e do leite.

 

Os cuidados com o pasto estão diretamente relacionados à qualidade do gado, pois quem está preocupado com a saúde do rebanho precisa entender a importância de: vacinação em dia, manejo correto dos animais, ambiente saudável e, principalmente, nutrição adequada.

Para muitos produtores, nutrição adequada significa água e pastagem de qualidade. No Brasil, o uso das pastagens, além de promover o baixo custo da produção, desempenha um papel fundamental na produção de leite e de carne, pois é do pasto que saem todos os nutrientes para o rebanho.

Cuidados com o pasto

Áreas de pastagem no Brasil

De acordo com o portal DBO, o país possui cerca de 150 milhões de hectares ocupados com áreas de pastagem. No entanto, sabe-se que uma quantidade considerável dessa pastagem não possui manejo. Além disso, está se tornando cada vez mais difícil saber com exatidão esse número, pois há valores discrepantes entre censos diferentes.

Embora as pastagens sejam abundantes por aqui, técnicos da Embrapa apontam que o número de pasto degradado é crescente, o que acaba prejudicando a nutrição e, consequentemente, o desempenho do rebanho. O manejo inadequado e a falta de reposição de nutrientes no solo são os principais motivos dessa degradação.

Muitos produtores ainda apostam em uma cultura de exploração extrativista, porém a utilização predatória das pastagens leva à falta de reposição de nutrientes no solo, o que resulta num pasto mal cuidado, e acaba prejudicando o rebanho.

Se você é pecuarista e cria o gado na pastagem, temos algumas dicas sobre cuidados com o pasto que podem ajudá-lo e beneficiar o seu rebanho!

Confira:

 

1- Faça a adubagem

 

Adubo

Os principais sintomas da degradação do pasto é o surgimento de ervas daninhas, a queda de fertilidade e o aparecimento de clarões, ou seja, áreas vazias sem gramíneas.

Para conter a degradação e revitalizar o pasto, é essencial fazer a adubagem. Para isso, o produtor deve analisar previamente o solo, para que o processo seja feito de forma equilibrada e visando a nutrição e a saúde do rebanho.

Muitos produtores acham que a adubação é cara ou mesmo irrelevante. No entanto, o retorno financeiro, quando se trata de nutrição e saúde do rebanho, é certeiro.

2- Promova suplementação do solo

Os solos brasileiros, em geral, não são naturalmente ricos em todos os nutrientes importantes para o rebanho, como o fósforo. Por isso, uma boa dica é fazer a reposição dessas substâncias no solo para melhorar a qualidade do pasto.

3- Faça o pastejo rotacionado

 

pastejo rotacionado

Para garantir a qualidade do pasto, é essencial respeitar o momento da chamada “rebrota”.  O que ocorre em muitas fazendas é que os animais seguem comendo o pasto até que sobre somente a raiz e, o que faz com que a planta demore três vezes mais tempo para crescer. Além disso, o animal acaba ficando com um alimento de pior qualidade, prejudicando o ganho de peso e fazendo com que o pecuarista perca dinheiro.

O ideal para evitar esse tipo de problema é promover o pastejo rotacionado, ou seja, dividir o pasto em porções menores de terra, e deixar o rebanho pastar em uma porção por vez. Assim, as gramíneas têm tempo para rebrotarem e o animal não perca a qualidade do alimento. Em cada fase de rebrota, o pasto é recuperado, enquanto os animais aproveitam as outras áreas.

4- Invista no bem-estar

Outra dica importante que traz mais qualidade ao pasto e melhora o desempenho o rebanho é o plantio de árvores. Isso faz com que os animais tenham uma área de descanso nos dias de calor e, consequentemente, ganhem peso mais facilmente. Da mesma forma, os bebedouros e os cochos de sal devem estar localizados de forma estratégica, evitando que o animal precise se deslocar muito para beber água.

 

Além do pastejo comum como forma de alimentação para o rebanho, existem formas diferentes que vêm ganhando força no Brasil. A hidroponia é um ótimo exemplo disso.

Como explicamos, os cuidados com o pasto trazem retorno ao produtor. Com mais nutrição e saúde ao rebanho, é ganho na certa! Mas não pense que o bem-estar animal se resume apenas nessas dicas! Existem várias outras ações que você tomar para deixar o seu rebanho com a saúde de ferro.

O Labovet se orgulha em ser uma empresa brasileira que trabalha sempre com o bem-estar animal em mente quando produz seu cada um de seus produtos!  Você pode baixar o catálogo completo do Labovet AQUI.

Gostou dessas dicas? Tem algum cuidado especial que você recomenda para o manejo do pasto? Deixe seus comentários abaixo!

 

O Labovet não possui o direito sobre nenhuma imagem contida nesse post, exceto a capa.