fbpx

Great Animals Blog

Back

CUIDADOS ESSENCIAIS NA AVICULTURA DE CORTE

2021-05-07 12:17:26
Labovet
02
Jun2021
capa avicultura

A avicultura de corte é um negócio que vem crescendo nos últimos anos no Brasil. No ano de 2020, a produção de carne de frango alcançou o marco de quase 14 milhões de toneladas. As exportações brasileiras aumentaram 0,4% em relação ao ano anterior, totalizando 4,23 milhões de toneladas exportadas. Resultando em quase 10 milhões de toneladas de carne de frango para o mercado interno. Volume 6,3% maior que o ano de 2019. 

Apesar dos bons números, o momento é de cuidado após a confirmação de surtos de Influenza Aviária (H5N8) na Europa. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) lançou uma campanha de conscientização para os produtores avícolas reforçarem os cuidados sanitários. O Brasil nunca registrou a doença em seu território e todas as medidas são necessárias para continuar assim. Para além disso, o rigor sanitário e algumas técnicas de manejo são essenciais para a avicultura de corte. 

Veja a seguir algumas dicas que separamos para que os produtores avícolas possam evitar  prejuízos em  suas granjas. 

Ambiente limpo e adequado 

O local onde as aves ficarão deve ser limpo e higienizado frequentemente. O conforto e bem-estar desse ambiente impactam diretamente em frangos saudáveis, vigorosos e resistentes. 

A temperatura deste local deve ser controlada para que não fique quente demais. Mudanças de temperatura enfraquecem o sistema imunológico das aves e as deixam mais suscetíveis à doenças. 

Sobre o piso é importante que seja forrado com serragem ou maravalha para absorver a umidade e dar mais conforto às aves.

Para garantir a higiene das aves e do ambiente, utilize o Talco Bybos do Labovet. Ele é ectoparasiticida e combate piolhos e ácaros em aves, além de afastar punilhas e moscas dos galinheiros.

Disposição e limpeza dos equipamentos

Os bebedouros devem ser cercados para evitar contaminação e limpos frequentemente. A água deve ser sempre fresca e limpa, e passar por um processo de cloração para eliminar microrganismos. 

O ideal é que o comedouro seja em formato de bandeja, para que aves menores também possam se alimentar. 

Vacinação adequada na avicultura de corte

Os pintinhos adquiridos devem ser de boa procedência, com fornecedores idôneos, para evitar contaminação da granja. A vacinação é uma forma eficaz de prevenção e cuidado. O Labovet possui a Vacina contra Cólera e Tifo Aviário, que protege contra a Pasteurella multocida e Salmonella gallinarum. A 1ª dose deve ser aplicada às 12 semanas de vida e a 2ª dose às 15 semanas. Outros esquemas de vacinação poderão ser adotados sob a responsabilidade exclusiva do Médico Veterinário, principalmente em casos de surto.

Cuidados com o abate

Importante não alimentar as aves nos períodos que antecedem o abate, para que elas não tenham muito conteúdo gastrintestinal. Também é importante que elas sejam separadas em grupos pequenos. Assim evita-se danos e perdas por movimentação excessiva dos animais. 

O transporte das aves também deve ser organizado e separado em grupos por peso e sexo. É essencial disponibilizar oxigênio para os animais e dar preferência para o período noturno. 

Vazio sanitário

Entre a saída de um lote para o abate e a chegada de novos pintinhos é importante deixar o aviário vazio por, pelo menos, 10 dias. Isso para que a limpeza e desinfecção do local seja feita corretamente evitando contaminações.

Saiba mais sobre a agropecuária brasileira no nosso blog.  

Fonte: CPT; Laborrual; ABPA